Os pensamentos são importantes

Com frequência sentimos “as emoções à flor da pele”. Emoções como a tristeza, a raiva ou a frustração podem conduzir à sensação de mal-estar.
É   importante   estarmos   atentos   aos   nossos   pensamentos,   principalmente quando sentimos emo   ções intensas.Devemos sempre identificar o que nos “passou pela cabeça” nesse momento.
Vamos ver um exemplo prático: O José trabalha numa empresa; certo dia o seu patrão critica-o pelo atraso de um relatório. Quando o José sai do gabinete do patrão, sente-se irritado e revoltado.
Porque é que o José se sentiu assim? O senso comum diz-nos que foi devido ao que o seu patrão lhe disse, ou seja, devido à situação. Será que são as situações em si as únicas responsáveis pelo que sentimos?
Vamos imaginar a mesma situação, mas quando o José sai do gabinete do patrão, em vez de se sentir irritado e revoltado, sente-se motivado para acabar o relatório. O que é que mudou?
São os nossos pensamentos que vão originar aquilo que sentimos, ou seja, as nossas emoções! (O acontecimento origina um pensamento e este desencadeia uma emoção).
Portanto: no primeiro exemplo que escrevi, o José poderá ter pensado que “foi muito injusto” porque não teve culpa e, por isso, sentiu-se irritado. No segundo caso, o José poderá ter pensado que a crítica foi para seu bem e que poderia ter feito melhor.
Num pior cenário, o José poderia ter sentido tristeza e desânimo, bastaria ter pensado que não faz nada de jeito, ou que é um fracasso.
Não se esqueça que ao mudar a forma como pensa, muda também a forma como se sente!

0 comments on “Os pensamentos são importantes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: